As Melhores Dicas de Português, Física e Biologia Para Passar No Enem 2017

Para os estudantes do Ensino Médio, a palavra Enem já é conhecida. O Exame Nacional do Ensino Médio tornou-se a principal prova do país e é porta de entrada para muitas universidades. Recentemente, sofreu algumas alterações, entre elas, o fato de que vai acontecer em 2 domingos consecutivos.

Mas, sobre as mudanças, vamos ser mais específicos em textos posteriores.

Para este momento, o foco é dizer como é possível passar no Enem estudando corretamente o português, a física e a biologia.

Existem algumas técnicas que podem auxiliar o estudante na hora de fazer a prova. Isto porque, como sabemos, a prova é baseada em um tempo pré-anotado e com disciplinas sumamente organizadas. Logo, o planejamento do estudante torna-se fundamental e importante.

Isso sem contar que a prova tem caráter classificatório, ou seja, os melhores colocados tem vantagens sobre os demais. E, além disso, existem alguns tópicos eliminatórios, sendo que o aluno não poderá zerar a redação por exemplo e nem mesmo outra disciplina, como essas citadas aqui: biologia, física e português.

Você também vai gostar de ler:

Questões sobre as Novas Tecnologias e Como Gabaritar a área de Filosofia e Sociologia

3 Técnicas para Ler Jornal pensando no Vestibular do Enem 2017

Ler o jornal pode parecer uma etapa menos importante no processo de aprendizado com foco no vestibular do Enem, porém, se for feito da forma correta, isso pode te trazer benefícios importantes e que vão te colocar dentro de alguma universidade. Leia as dicas abaixo e confira se você está trilhando o caminho do sucesso.

O 1º ponto que mostra porque ler jornal é bom para o Enem é que, nos últimos anos, o vestibular tem cobrado muitas questões de atualidades. Os motivos são vários, entre eles: fazer com que o estudante reflita sobre algum tema recorrente na sociedade. Ou pode ser também pelo simples de abordar um conceito aprendido na escola.

Para ambos os casos, ficar por dentro dos acontecimentos atuais é imprescindível.

Durante os estudos, a leitura do jornal tem que receber a mesma dedicação do que as outras disciplinas, aquelas que têm no colégio e são mais comuns à todos os alunos. Se você quer mandar bem no Enem e quer usar a leitura do jornal como um grande diferencial, siga essas dicas:

1 – 30 Minutos: esse é o tempo que você precisa dedicar, todos os dias, para a leitura do jornal. “Não adianta ficar 2 horas com o jornal sem saber o que está lendo. Até 30 minutos de leitura é suficiente, mas o estudante tem que saber o que ler”, conta o professor de geografia do curso Anglo, Reinaldo Scalzaretto.

2 – Assuntos: O importante é dar atenção àqueles assuntos que também são abordados dentro de sala, logo, é preciso fazer todas as ligações possíveis entre eles. Entenda que não é necessário ler o jornal inteiro se o seu foco é o Enem. “Vá foleando o jornal, quando perceber que alguma notícia tem a ver com o que está sendo visto dentro da escola, você pode dedicar mais tempo na leitura desse conteúdo”, afirma Reinaldo.

3 – Temas: Para nunca errar, fique atento à repetição de temas. “Quando perceber que algum assunto está sendo abordado com certa frequência, se dedique à ele. Se a notícia chamou a atenção, também pode chamar a atenção de quem faz a prova”, aconselha Scalzaretto.

Leia Também:

Os 9 Livros Obrigatórios da Fuvest: as 7 Melhores Dicas para Estudá-los

6 Livros Fundamentais para Ler antes da Prova do Enem

O Enem não possui uma lista de livros obrigatórios, como faz a Fuvest e a Unicamp. Mesmo assim, ela exige uma prova de literatura, logo, o aluno precisará ter conhecimento dos movimentos que interferem na cultura e na sociedade durante a história.

Pensando em autores nacionais, listamos os 6 livros que você não pode deixar de ler se quiser ir bem na prova de literatura do Enem 2017.

  1. A Hora da Estrela, Clarice Lispector: Livro alter ego da autora que relata a vida de uma jovem nordestina que reflete sobre os sonhos, manias e os conflitos internos.
  2. Grande Sertão: Veredas, Guimarães Rosa: O ex-jagunço Riobaldo conta uma longa e perturbadora narrativa, onde relembra suas lutas, seus medos e o amor reprimido.
  3. Triste Fim de Policarpo Quaresma, Lima Barreto: Um nacionalista fanático e idealista mostra uma visão agressiva por meio de uma vida tragicômica do major Quaresma.
  4. Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis: É um relato de um narrador que resolve contar sua vida depois de morto.
  5. Vidas Secas, Graciliano Ramos: É um romance que conta a história da retirada de uma família de nordestinos por causa da seca.
  6. Iracema, José de Alencar: Conta a história de amor entre Martim e Iracema, onde a relação significa a união entre o branco colonizador e o índio.

Reprodução: Google

5 Temas de Português mais Cobrados nos últimos anos

O centro é a interpretação de textos. Mas, o Enem também tem criado o hábito de inserir questões que tem como ponto de partida as questões de textos literários e jornalísticos, assim como letras de música, propagandas e charges. Confira 5 tópicos importantes que você tem que saber se quiser mandar bem na prova de português do Enem 2017.

1 – Modernismo – Em literatura, os alunos tem que saber responder à questões dos autores modernistas: Oswald de Andrade, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Cecília Meireles.

“As perguntas incidem sobre aspectos sociais ou sobre a relevância do cotidiano para o modernismo”, diz Nelson Dutra, coordenador de português do Objetivo.

2 – Comparação Entre Os Tipos De Textos – Conforme Dutra, nas últimas edições o Enem cobrou muito a comparação entre os vários textos visuais e os verbais, sendo que os estudantes precisaram estabelecer um paralelo, indicando um eixo entre ambos os modos de expressão.

“Um exemplo desse tipo de exercício é a correlação entre o painel de Cândido Portinari, chamado de Descobrimento do Brasil, e um excerto da carta de Pero Vaz de Caminha, sobre a chegada dos primeiros colonizadores europeus à América Portuguesa”, afirma.

3 – Linguagens: Informal E Formal – Na prova de 2014, o Enem trouxe 5 questões sobre poemas. Em 2013, foram 4 e em 2012, 7. Isso sem contar as crônicas que surgiram em todos os anos, também. Os números mostram que há um grande peso nessas formas de linguagens.

Porém, outro ponto que precisa ser notado é que nos últimos anos também tem caído temas sobre cartas, cartazes institucionais do governo, notícias e até mesmo e-mails, que variam conforme o ano em que a prova foi produzida.

A professora Elisa Massaranduba, também do Objetivo, diz que é possível, com base em análises, mostrar que há questões a respeito das “estratégias argumentativas de textos do tipo dissertativo argumentativo ou expositivo”.

“Tendo como base as letras de músicas, analisam-se aspectos socioculturais” do país, diz o professor Dutra.

4 – Classes de Palavras – Também é um tema recorrente na área de gramática. Então, é relevante o conhecimento das classes de palavras, que incluem a divisão morfológica dos termos dos substantivos, artigos, adjetivos, conjunções, advérbios e outros.

É preciso estar muito atento para o fato de que há 10 classes de palavras, dos quais 6 são flexíveis de acordo com o gênero e o plural. Para se ter uma ideia, em 2014, o Enem cobrou uma explicação para o emprego da conjunção “mas” em um verso de um poema de Geir Campos.

5 – Sintaxe – Em 2013, o Enem formulou um enunciado a partir de um artigo opinativo e pediu aos estudantes que indicassem por que o autor utilizou os verbos conjugados na 1ª pessoa do plural.

Então, como as regências verbais, noções gerais de sintaxe da língua portuguesa, como as concordâncias e os adjuntos, são fundamentais para a realização de uma boa prova.

Por que a Interpretação de Texto é importante

No último artigo publicado, comentados os porquês de a interpretação ser uma habilidade fundamental na nossa vida. Entender a forma correta dos textos, das figuras e dos números é a melhor forma de comunicação e o que nos torna mais capacitados do que os demais. Ao menos, por enquanto. Se você tem essa habilidade, tem mais chances de se dar bem na vida.

Por que a Interpretação de Texto é importante em todos os Concursos Públicos?

10 Temas de Física que com certeza vai cair no Enem 2017

O Enem é um vestibular que trabalha várias disciplinas, de forma geral, para que note se o aluno tem o mínimo de preparo em cada uma das aulas do ensino médio. Logo, mesmo que a maior parte das pessoas não seja favorável, a matéria de física mantém pesos parecidos com outras disciplinas.

Então, para quem vai prestar o Enem 2017, saber sobre circuitos elétricos, dinâmica e hidrostática é fundamental para que o resultado final da prova seja positivo. Os professores do Anglo e da Oficina do Estudante fizeram um apanhado sobre os 10 temas mais recorrentes do Enem, dos quais, a maior parte com certeza vai cair em 2017. Confira.

1 – Cinemática: Movimentos Retilíneo e Circular

Para Kamieda, é comum nesse conteúdo a cobrança de questões envolvendo velocidade média, movimentos descritos por gráficos do espaço ou da velocidade em função do tempo.

“Esse tema tem muito a ver com o dia a dia. Podem cair movimentos de carros, objetos, situações em parque de diversões, como montanha russa”, diz Lúcio Cardoso, do colégio Magum. “O estudante deve conhecer bem a teoria e identifica-la a partir dessas situações”.

2 – Dinâmica: Movimentos Retilíneo e Curvilíneo (As 3 Leis de Newton)

“São comuns questões que exigem a determinação da resultante de forças ou a decomposição delas, além da cobrança da cinemática nos problemas”, diz Kamieda.

Para Cardoso, o estudante tem que ter muita clareza ao ler o enunciado, uma vez que a 1ª lei de Newton vai relacionar movimento uniforme e a 2ª, o uniformemente variado.

3 – Trabalho e Energia: ênfase em Sistemas Conservativos

“Sistemas mecânicos que exigem a utilização dos conceitos de energia, bem como sua conservação ou dissipação são também frequentes. Nesses problemas, o candidato deve ter conhecimento das transformações entre os diversos tipos de energia”, analisa Kamieda.

4 – Calor e Fenômenos Térmicos: Troca de calor, dilatação e contração térmica

  • Em termometria, é muito cobrada a conversão de unidades de temperatura e os efeitos, além de cálculos decorrentes da dilatação e contração térmica.
  • Já em calorimetria, é frequente questões que envolvem conceito de calor e efeitos e cálculos decorrentes da troca.
  • Em termodinâmica, é possível observar problemas que envolvem as mudanças de estado do gás ideal e diagramas da pressão em função do volume, trabalho realizado ou sofrido pelo gás.

5 – Hidrostática: ênfase no teorema de Stevin e no de Arquimedes

Normalmente, o Enem cobra exercícios acerca do conceito de densidade ou massa específica, como a pressão exercida por forças ou no interior de fluídos, além do conceito de empuxo em que a dinâmica também pode ser abordada.

6 – Reflexo e Refração da Luz: Lei de Snell

Normalmente, são questões teóricas sobre a formação de sombras e penumbras, assim como temas de reflexão e refração da lux. Também costuma cair problemas que envolvem a formação de imagens em espelhos, lentes e dioptros. Gráficos e equações são fundamentais e devem ser conhecidas.

7 – Estudo das Ondas: Equação Fundamental da Ondulatória

Também costuma focar em questões teóricas, principalmente se for referente às classificações que envolvem cálculos.

“Em uma das últimas edições, caiu uma questão sobre isso. O aluno tem que compreender situações práticas como a mudança de frequência da onda e a formação delas no mar, oras, por que é paralela ao litoral”? Exemplifica Cardoso.

8 – Acústica: Características que diferenciam sons (intensidade, altura e timbre)

Para Kamieda, a maior parte são questões teóricas que abordam a qualidade fisiológica do som, além do efeito Doppler. São mais comuns ainda quando envolvem problemas com a cinemática (eco) e a equação fundamental da ondulatória.

9 – Análise de Circuitos Elétricos: Potência Consumida

O estudante precisa conhecer o conceito de potência elétrica, energia consumida, entre outros. A análise desses circuitos, assim como os medidores elétricos, são temas importantes.

10 – Movimentos de Cargas em Campos Elétricos

“O eletromagnetismo é abordado em questões que exigem conhecimento do campo magnético gerado por corrente elétrica [regra da mão direita], do movimento de cargas elétricas no interior de campos magnéticos [regra da mão esquerda] e do fenômeno da indução magnética, principalmente com foco na lei de Lenz”, diz Cardoso.

Como Ter um Desempenho Regular em Interpretação de Texto?

10 Temas de Biologia que com certeza vai cair no Enem 2017

O Enem teve sua primeira prova realizada em 1998, de lá pra cá houve muitas alterações. No entanto, ainda assim é possível mapear alguns temas que são considerados corriqueiros, mesmo porque o Enem já deixou claro que o seu intuito é verificar a capacidade do aluno em oferecer soluções cidadãs para os problemas da sociedade.

Então, confira agora os temas que mais caíram dentro da área de biologia e que, como conseguinte, provavelmente continuará sendo um dos mais cobrados no vestibular deste ano.

“A proposta do Enem, assim como dos grandes vestibulares é ser instrumento para a divulgação dos problemas e situações que precisam da atenção da sociedade. A prova tem um viés político muito importante”, afirma a professora Angela Dauch, da Oficina do Estudante.

1 – Fisiologia do Corpo Humano

São voltadas para o cuidado com o corpo e o autocuidado. Assim, a saúde pública também está relacionada com a maior parte dos assuntos.

“Nos últimos anos, o Enem abordou temas bastante específicos, como o sistema digestivo e a alimentação saudável. Outros assuntos que aparecem bastante são o sistema nervoso e o sistema cardiovascular, com questões voltadas para a interação de substâncias no organismo e o stress, respectivamente”, diz Angela.

2 – Ecologia

A prova cobra questões da estrutura dos ecossistemas e como os organismos constituem esses ecossistemas com os nutrientes.

“O estudante deve se dedicar a entender o fluxo de energia e a ciclagem dos materiais pelos ecossistemas, como o ciclo do carbono e o ciclo do nitrogênio”.

Sobre a eutrofização, Angela diz que é um tema que aparece casado com os biomas. “É importante que o aluno leia sobre desertificação, exploração indevida e temas relacionados. É bem provável, inclusive, que caia sobre o Novo Código Florestal”.

3 – Genética e Evolução

Sobre genética, cai o básico, que tem a intenção de testar a compreensão do estudante sobre os fenômenos da hereditariedade.

“Não são questões trabalhosas, a genética no Enem serve de pano de fundo para os mecanismos que possibilitam a evolução das espécies”.

Por isso, o recomendável é que os estudantes entendam por completo as teorias evolutivas, como Darwin, Lamarck e a teoria sintética, que une Darwin e Mendel. “Todas as questões do Enem podem ser resolvidas com a teoria evolutiva agregada ao instrumental oferecido pela genética mendeliana”.

Reprodução: Google

4 – Meio Ambiente

Todos os conteúdos vão remeter, de alguma forma, ao tema da sustentabilidade, especialmente sobre a responsabilidade no uso dos recursos naturais. Para Angela, isso mostra uma preocupação em promover a reflexão sobre as alternativas e os comportamentos.

“Essas são questões que valem mais e são mais valorizadas, sendo que o aluno precisa escolher entre alternativas que vão leva-lo à um posicionamento quanto ao problema ambiental”.

Tudo faz parte da consciência socioambiental. “Nesse caso não tem como o aluno se preparar com estudos, mas o ideal é que ele tome uma postura cidadã. Outra ajuda está na mídia, que diariamente discute o tema”.

5 – Água

O tema da água também é recorrente e é discutido desde as primeiras provas, buscando sempre encontrar resultados na conscientização do aluno. Para Angela, os alunos devem saber, no mínimo, o básico, como o ciclo da água e as mudanças de estado.

“No entanto, é cobrado o posicionamento socioambiental. Por isso, o candidato tem que se lembrar de atitudes que garantem uma maior economia da água, assim como o uso racional. Uma boa dica é revisar as medidas que podem contribuir para a não degradação das fontes de água doce”.

6 – Energia

É considerado um verdadeiro “filão” na opinião da professora porque envolve várias áreas além da biologia, principalmente física e química. Essas questões falam das fontes de energias convencionais, mas também de caminhos alternativos.

“O estudante tem que pesquisar sobre novas opções de biocombustíveis, como formas de energia, assim, por exemplo, podemos citar o etanol e o biogás. Sem deixar de lado, claro, o pré-sal, que também vai envolver questões políticas”.

7 – Bactérias

São abordados em temas relacionados à saúde. “O Enem propõe questões que exigem que o aluno mostre o quanto sabe sobre prevenção, então, pode cair vacinação, imunologia, anticorpos… O candidato precisa saber o mínimo desses assuntos”.

8 – Análises e Interpretações

Para a professora, nesse tema o Enem tem sido muito insistente para que o aluno seja capaz de interpretar informações fornecidas por meio de outros recursos que não o texto.

“Nas ciências da natureza aparecem muitos gráficos, resumos esquemáticos, histogramas e o estudante tem que interpretar tudo isso da forma correta, traduzindo o que está vendo e buscando uma conclusão coerente”.

“Uma boa sugestão é ir atrás do que foi cobrado em provas anteriores para entender além do conteúdo, mas também o perfil da prova”.

9 – Animais

Os animais aparecem na prova com bastante frequência e sempre ao lado da biodiversidade.

“As questões são bem pontuais e a ideia é medir o quanto o estudante conhece da morfologia dos vários grupos de animais. As questões são voltadas para a análise e associação entre os grupos, especialmente pelo parentesco”.

10 – Biodiversidade

“Quase sempre aparecem questões brincando com as eras geológicas, que estão relacionadas com dois eixos: o conhecimento da constituição dos organismos, por meio da estrutura orgânica dos cinco reinos e as noções do estudante sobre a origem desses seres, ainda que de forma primitiva”, diz a professora.

Com informações da abril, uol