Confira quais são as 7 dúvidas mais frequentes sobre estudar de graça no Senac

Você sabia que dá para estudar de graça no Senac? Isso é possível através de um programa que foi criado em 2008, junto com órgãos do Governo Federal. Aliás, se você ouvir falar em PSG ou Programa Senac de Gratuidade, saiba que é para bolsas de estudo.

Então, basicamente, funciona assim: pessoas que cumprem os requisitos do programa podem se candidatar a várias bolsas de estudos. Se forem aprovadas, elas poderão estudar de graça no Senac em vários cursos e em variadas unidades da instituição, no país todo.

Porém, mesmo sendo um programa que tem mais de 1 década de existência, muita gente tem ficado com dúvida sobre algumas questões. Por exemplo, como alterar dados, como fazer a inscrição, etc. E é sobre todas essas dúvidas que se trata o conteúdo de hoje. Acompanhe.

1 – É preciso fazer o cadastro para se candidatar a uma bolsa de estudo?

O Senac afirma que esse cadastro é imprescindível. A boa notícia é que ele é gratuito e pode ser feito a partir do envio de algumas informações pessoais. Veja o que a instituição diz sobre essa pergunta:

“Após a seleção do curso de interesse será enviado um formulário de cadastro. É preciso preencher os campos corretamente. O processo de solicitação da bolsa parte desse cadastro e, então, é só fazer o pedido no site do Senac.

2 – Como fazer o cálculo da renda familiar per capita?

A segunda das dúvidas mais frequentes sobre estudar de graça no Senac tem a ver com a renda per capita. Isso porque esse é um dos requisitos para concorrer as bolsas de estudo que o Senac oferece: é preciso ter renda máxima de 2 salários mínimos mensais per capita.

E o Senac também ensina como fazer a conta. “Some todas as rendas da família, inclusive, os salários, aposentadorias, aluguéis, etc. Depois, divida o valor total pelo número de pessoas da família, mesmo que não tenham parentesco. O resultado deve ser menor do que R$ 1.996”.

3 – Quem não pode participar do Programa Senac de Gratuidade?

Quem tem renda familiar per capita acima de 2 salários mínimos (o que dá R$ 1.996, como informado pelo Senac) não pode participar das bolsas de estudo. Além disso, há outras regras também.

Não vai poder fazer o curso através das bolsas quem já está inscrito para concorrer a bolsas de outros cursos do Senac ou quem, nos últimos 2 anos, foi bolsista no Senac. “Se abandonou um curso sem justificativa comprovada também perde o direito de participar”.

4 – Como é feita a seleção dos bolsistas pelo Senac?

Mais uma pergunta que é frequente sobre estudar de graça no Senac é sobre a seleção que a instituição faz para escolher os seus novos estudantes. E a explicação vem do fato de que a “matrícula só está garantida quando o candidato enviar as informações por e-mail, Correios ou pessoalmente nas unidades”.

Portanto, além de mostrar o interesse, também é preciso finalizar o cadastro e o pedido, com os dados pessoais. E isso tem um prazo de 5 dias úteis para acontecer.

5 – E se as vagas de bolsas de estudos já estiverem sido preenchidas?

Para garantir a inscrição é preciso enviar todos os documentos pessoais que são cobrados. No entanto, como a busca por esses cursos grátis do Senac é bem ampla pode ser que até o documento chegar na unidade, as vagas tenham sido preenchidas por completo.

Nesse caso, “o candidato ficará na lista de espera e, caso haja desistências de alunos já inscritos, ele será convocado para ocupar a vaga”. E o Senac diz que essa informação será enviada por e-mail.

Inclusive, o próprio Senac diz que “o envio da documentação por Correios” é a forma menos assertiva para garantir a bolsa de estudo. Assim sendo, o ideal é enviar pessoalmente à administração do Senac. “O Senac não se responsabilidade pelos extravios ou atrasos na entrega via Correios”.

6 – O que são os cursos livres e quais as diferenças para os cursos técnicos?

Sobre estudar de graça no Senac também existe uma dúvida frequente, que é sobre os tipos de cursos que o Senac disponibiliza. Basicamente, um curso livre é um curso de formação inicial, como de capacitação, aperfeiçoamento, atualização.

A ideia é formar para o mercado de trabalho e aumentar o nível de escolaridade. Já os cursos técnicos são de nível médio, para capacitar os alunos. Eles são bem focados em determinadas áreas do mercado de trabalho e vale para alunos que já fizeram o ensino médio.

7 – Como ver a confirmação da inscrição no e-mail?

O Senac diz que em 30 minutos após o cadastro e o pedido da bolsa de estudo, o interessado vai receber, no seu e-mail, um pedido de confirmação da inscrição. Mas, muita gente diz que não recebe a informação nesse período de tempo.

Assim sendo, o Senac afirma que isso pode acontecer por vários motivos. Inclusive, pelo fato de que a mensagem ficou “parada” na caixa de spam ou no lixo eletrônico do e-mail. Nesse caso, é preciso atualizar a página do e-mail e buscar nessas áreas.

Outra opção é que dá para consultar o status da solicitação pelo cadastro que foi feito no site do Senac. “Você pode solicitar, novamente, o reenvio da mensagem automática, que contém as instruções sobre contemplação, documentos ou prazos”.