Saiba o que levar para comer no dia da prova

Na vida dos estudantes, uma dúvida que persiste em aparecer é sobre o que levar para comer no dia da prova. Ainda mais quando a gente está falando de provas longas e cansativas. Um bom exemplo é o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

O Enem, agora, está sendo realizado em dois domingos consecutivos. E o tempo de duração é de 6 horas, incluindo a redação. É um tempo extenso e como acontece no período da tarde, aumenta a possibilidade de calor e cansaço. Aí, a alimentação se torna essencial e importante.

É exatamente por isso que hoje se tem um cuidado tão grande com os alimentos que são levados no dia da prova. Até mesmo porque é preciso ter discernimento entre o que é recomendado e o que não é. Saiba mais sobre isso e esteja preparado!

Cada pessoa tem suas individualidades

Antes de tudo é preciso entender que é ideal levar alimentos porque como a prova dura por até 6 horas, o estudante precisa repor a energia e o líquido, que são imprescindíveis para o bom funcionamento do corpo.

Por outro lado, não dá para deixar de pensar que cada pessoa tem a sua individualidade no estudo e também na alimentação. Assim sendo, não há uma regra geral para todo mundo, mas há recomendações que são ótimas para a maioria das pessoas.

O que temos abaixo é uma resposta simples sobre o que levar para comer no dia da prova, mas você também deve procurar ajuda médica e fazer acompanhamentos com nutricionistas para descobrir quais alimentos serão mais favoráveis para você.

Os alimentos recomendados

As dicas abaixo são gerais, como já falamos, mas são oficiais também. Elas vêm de nutricionistas especializados nesse tipo de exigência: provas, testes e momentos de estudo. Portanto, são dicas a serem, no mínimo, consideradas por você que está nessa situação.

Os alimentos mais indicados são aqueles que tenha quantidades adequadas de calorias, que é o que vai dar energia para o estudante manter o corpo funcionando bem. Assim sendo, anote aí as principais recomendações: carboidratos integrais, proteínas e gorduras saudáveis.

Mas, na prática, o que isso significa? A barrinha de castanhas, por exemplo, é uma ótima ideia para um lanche durante o Enem ou um concurso público. O motivo é que une o baixo índice glicêmico com uma boa quantidade de calorias e gorduras.

Agora, atenção: a barrinha de castanhas é diferente da barrinha de cereais que a gente encontra de forma muito fácil em supermercados. Essas têm muito açúcar, apesar de serem bem mais baratas.

Os chocolates também valem a pena. Mas, é preciso tomar alguns cuidados. Principalmente para que ele não derreta e se torne inconsumível. Uma boa é levar aqueles com alta concentração de cacau, que são menos gordurosos. Frutas secas também são boas ideias.

Os alimentos não recomendados

Aliás, os alimentos com alto índice glicêmico devem ser evitados porque cria a hipoglicemia reativa, que compromete a concentração do aluno.

Outra dica é evitar levar alimentos que você nunca comeu antes ou que já deu algum tipo de alergia ou efeito colateral. Obviamente, o resultado poderá ser o mesmo e você não quer que isso aconteça no dia da prova, não é mesmo?

Agora que você já sabe o que levar para comer no dia da prova, saiba que não se deve incluir na sua “lancheira” os snacks (como os chips, salgadinhos). Isso porque eles são condimentados e salgados demais, o que pode dar muita sede e aumentar até mesmo a sua pressão arterial.

Além do mais, o cheiro deles acaba sendo ruim para um lugar fechado, como a sala de aula. E isso pode causar complicações ou tirar a concentração sua e de outros alunos.

Ah, outro detalhe é que apesar de serem práticos e cômodos, os sucos de caixinha, refrigerantes e bebidas adocicadas não são boas ideias, viu. Eles não são saudáveis e menos ainda recomendados para um dia de prova. No lugar, leve frutas, como morangos e maçã.

O que comer antes da prova do Enem

O artigo todo foi para falar sobre o que levar para comer no dia da prova, mas a gente não pode deixar de falar também sobre o que se deve comer antes da prova. Até mesmo porque tem gente que tem dúvidas sobre almoçar ou não almoçar nesse dia. Eis a questão.

O fato é que não se deve fazer jejum antes da prova. Isso porque o resultado de ficar muitas horas sem comer é sempre desastroso demais. É a boa velha de que você já ouviu muitas vezes da sua mãe e avó: “saco vazio não para em pé”. É mais ou menos isso!

Por outro lado, também não se deve comer alimentos diferentes do que você está acostumado. E nem mesmo os gordurosos, que podem dar efeitos adversos no seu sistema digestivo, como dores de barriga ou diarreias, por exemplo.

Você também vai gostar de ler isso: Descubra 7 aplicativos de receitas saudáveis para fazer antes da prova

Os carboidratos são altamente recomendados porque, como já mencionamos, eles são fontes de energia para o corpo e cérebro. Mas, prefira os integras e com fibras, que dão uma sensação maior de saciedade.

Ah, e sobre o horário, a gente tem de considerar uma série de fatores para determinar qual é o melhor para você almoçar. Saiba o tempo que vai levar até chegar na escola, o horário de abertura dos portões e a hora que começa a prova.