Confira 5 dicas fáceis para fixar a matéria estudada

Você sabia nem toda matéria estudada é uma matéria aprendida? Isso tão verdade que é bem comum a gente ouvir falar dos famosos e irritantes “brancos”, que acontecem até mesmo em provas importantes, como de concursos e o Enem. Mas, há dicas para fixar a matéria estudada.

Assim sendo, se você vai prestar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ou vai prestar algum concurso público em qualquer canto do país, considere usar essas técnicas. Aliás, fixar o conteúdo que você acabou de estudar não é fácil, mas pode ser se você souber como fazer isso.

Até mesmo os especialistas explicam que essas dicas podem fazer sentido. Até mesmo porque não adianta ser uma máquina de estudar, se o conteúdo não ficar fixado na sua cabeça, não é mesmo? Portanto, se o conteúdo não é fixado, o esforço para aprender pode ser em vão.

Assim sendo, o que trouxemos aqui são dicas que podem facilitar na fixação do conteúdo. E não tem nada dl mais nisso: são técnicas simples, que não precisam ser compradas, só ajustadas na sua vida. Com algumas mudanças de hábitos.

1 – A Saúde Física

A primeira coisa é pensar que tem uma frase muito boa que diz que “corpo são e mente sã”. E isso realmente faz todo sentido quando a gente está falando sobre fixar a matéria estudada.

Aliás, através do Instituto PARC, que é o Programa de Alto Rendimento Cognitivo, dá para ver que existem dicas de desempenho intelectual que podem ser aplicadas para fixação de conteúdo. Os especialistas dizem que “cada célula do corpo tem que ser otimizada”.

Olha só que disse um dos principais estudiosos do PARC. “As escolas e cursinhos investem em professores, métodos e estruturas. No entanto, não garantem o básico, que é ter saúde plena”.

Isso inclui pensar até mesmo no seu melhor horário de “funcionamento”. Tem muita gente que prefere estudar pela manhã. E outras pessoas estudam mais durante a noite, com mais qualidade. E assim por diante.

2 – A Hora do Estudo

E já que falamos sobre a hora do estudo, vamos continuar nessa entoada. Saiba que estudar no horário correto também pode ser importante na hora de fixar o conteúdo na cabeça.

E é o próprio PARC que fala sobre isso. “Todo mundo se pergunta por quanto tempo deve estudar. Assim sendo, o cérebro tende a reter as primeiras ou as últimas informações que foram estudadas”.

O que ele quer dizer com isso é que o estudante tem que pensar na hora do estudo. Ela deve ser vista através de blocos de estudos. Eles devem durar de 30 a 60 minutos, sempre com intervalos para descanso, de 10 a 15 minutos. Isso aumenta a absorção do conteúdo.

Saiba como praticar a técnica Feynman para aprender sobre qualquer assunto

3 – A Forma de Estudar

Mais uma das dicas simples para fixar a matéria estudada tem a ver com a forma com que você estuda e os meios que usa para isso. Você já deve ter ouvido falar disso ou, pelo menos, já deve ter notado na sua vida. Isso vale para todas as fases de estudo da vida.

Por exemplo, quando a gente lê um conteúdo, a gente aprende 30%. Mas, se a gente lê e fala o que leu, aí essa porcentagem aumenta bem mais. Se você ler, falar e começar a refletir sobre o assunto, aí aprende de forma única.

Agora, ensinar outras pessoas sobre o que estudou é o que mais vai te ajudar a ter um conteúdo fixo de forma verdadeira, viu. Portanto, não fique a mercê de apenas ler o artigo que você tem em mão. Fale, pense, discuta e ensine outras pessoas. Isso vale a pena!

E a gente ainda pode citar o fato de que dá para usar técnicas, métodos e dicas de estudo. Por exemplo, há quem garanta que o uso de flashcards faz todo sentido e aumenta o poder da memorização. O que é ótimo para quem está estudando, não é mesmo?

4 – A Revisão do Conteúdo

Mais um ponto importante é sobre a revisão do conteúdo que deve ser feito. Essa é uma técnica bem antiga, que é muito usada por concurseiros e estudantes de vestibulares. E por que é tão suada? Porque faz todo sentido.

Revisar o conteúdo, de tempos em tempos, é algo muito promissor quando a gente fala em reter conteúdo. O que é revisar o conteúdo? Nada mais é do que retomar aquilo que você estudou a pouco tempo.

Existem muitos livros que foram criados ensinando métodos de revisar o estudo. Há quem dia, por exemplo, que é preciso revisar o conteúdo semanalmente, mensalmente ou até mesmo a cada 6 meses. O fato é que você tem que criar uma organização de estudo para saber a melhor resposta para você.

5 – A Criação de um Objetivo

Agora sim, para terminar o conteúdo, vamos falar daquela que é a técnica de memorização mais simples do mundo. E, portanto, está entre as maneiras de fixar a matéria estudada que você pode usar.

Considere que o seu objetivo não é simplesmente estudar, né?

É preciso ser bem mais objetivo do que isso, literalmente. Considere que o seu objetivo pode ser algo como “passar no vestibular no final do ano” ou “tirar acima dos 850 pontos no Enem” ou “passar na faculdade de medicina da USP” e por aí vai.

É preciso ter muito foco e objetivo criado para que você tenha mais facilidade em memorizar o conteúdo estudado.