Estudar Matemática Sozinho – 17 Dica Fáceis para Aprender Hoje

0
55

Como estudar matemática? Será que existe algum método infalível? Estudar sozinho é possível? Decorar os números e as fórmulas resulta na melhor solução? Será que tem como fazer dessa matéria tão dolorosa algo mais didático?

Sim! Se você quer ter bons resultados vai precisar entender a matemática de forma simples e isso é totalmente possível. Veja como!

A disciplina tem vários níveis, desde os mais simples como os números naturais até os racionais, irracionais, frações e muitas coisas que parecem ser “complicadas”.

Se você quer descomplicar, continue lendo.

“A matemática é o alfabeto com que Deus escreveu o mundo”, Galileu Galilei.

Matemática é um daqueles temas que por mais que você estude, nem sempre será capaz de resolver todos os problemas. Ao mesmo tempo, aqueles que conseguem seguir à risca os números e seus desígnios conseguem se dar bem e chegar à aprovação final.

Para quem gosta do assunto, a matemática nada mais é do que uma interpretação da natureza, por isso, ela está em todos os lugares.

Um Caso de Sucesso – Nicolas Yamakoshi

Nicolas conseguiu o que era praticamente impossível – acertou todas as questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) da edição de 2016, conseguindo a façanha de pontuar com mais de 990 tentos na prova.

Ele recomenda fazer vários exercícios que já caíram em provas anteriores – “treine bastante porque assim você vai conhecer os mais variados tipos de exercícios. Eles tendem a se repetir e você vai estar preparado para saber o estilo das questões”.

Bônus no Final do Artigo – Livros para Estudar Matemática

Para Yamakoshi, a melhor estratégia é a de se dedicar ao raciocínio lógico e à resolução prática dos problemas. “Refiz as provas de forma cronometrada para ter uma noção melhor do tempo. Quem achar melhor pode dividir cada prova em um dia da semana”.

Outro ponto importante citado por ele é a divisão entre o tempo de estudos e o tempo de lazer – “eu estudava 12 horas por dia e podia relaxar nos finais de semana. Além disso, ao chegar em casa, parava de estudar”.

Técnica Pega-Varetas

Nicolas diz que durante a prova usou uma técnica chamada de pega-varetas. “Consiste em, ao iniciar o exame, folhear o caderno de prova e classificar cada questão entre fácil, média e difícil”.

Após a seleção, o candidato pode começar a solucionar os problemas em nível crescente – “isso garante pontos, pelo menos em número de questões resolvidas, já que o Enem trabalha com a Teoria de Resposta”.

Já antes do dia do exame, Nicolas diz que parou de estudar – “fui ao aulão do colégio e descansei, fazendo o que me relaxava. Assim, fui fazer a prova sem muita tensão. Isso, com certeza, afetou meu desempenho positivamente”.

Reprodução: Google

Matemática Básica

É aquela abordada no ensino fundamental e no ensino médio, assim sendo do 6º ano ao 3º do ensino médio. Para quem quer concorrer à uma vaga em concursos públicos, o ideal é saber, no mínimo, o básico da matemática vigente nesse período escolar.

Se o estudante não conseguiu ir bem e aprender tudo sobre isso na escola ou se o sistema educacional foi bastante deficitário, o ideal é procurar cursinhos ou cursos online para sanar essa dificuldade.

A questão é que no ano passado a OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) mostrou que o Brasil lidera o ranking de baixo rendimento na escola. A conclusão influencia diretamente para os concurseiros porque, com essa informação, imagina-se que eles devem encontrar dificuldades na hora de solucionar um problema matemático.

  • Levando em conta que a matemática e a língua portuguesa são temas bases de qualquer prova no Brasil.

O estudo ainda mostrou outros números importantes. Em uma pesquisa feita com 2,7 milhões de brasileiros, cerca de 1,9 milhão tem dificuldade em matemática básica, 1,5 milhão em ciências e 1,4 milhão em leitura. Além disso, conforme a OCDE, 67% alcançou menos que o nível 2 na área de matemática, sendo que a marcação vai do 1 ao 6.

Temas mais Recorrentes do Enem – em Matemática

Além das dicas do Nicolas, também dá para se basear de outras formas. Você pode considerar estudar os temas que mais caem no Enem quando o assunto é matemática e suas tecnologias. Confira:

  • Conhecimentos Numéricos,
  • Conhecimentos Geométricos,
  • Conhecimentos de Estatísticas e Probabilidade,
  • Conhecimentos Algébricos,
  • Conhecimentos Algébricos/Geométricos.

É preciso considerar ainda que os princípios de contagem e relações entre grandezas também são assuntos frequentes – geometria também tem ganhado destaque.

Técnicas de Memorização para usar durante o estudo da matemática

A matemática é considerada uma disciplina que necessita de uma estratégia simples, onde a resolução de problemas tem forte componente prático. Assim, por ser teórica, a leitura e a memorização necessita de estratégias e técnicas e nós trouxemos 4. Confira agora!

Repetição

É uma forma muito simples de memorizar qualquer conteúdo. Assim, quando mais o assunto for repetido pelo número de vezes, ele será aprendido.

É uma boa técnica, porém pode ser cansativa demais dependendo da atenção e disposição do aluno.

Imagens Mentais

É uma técnica baseada na ideia de memória fotográfica e é ótima para pessoas que tem facilidade em memorizar imagens.

O objetivo é um recurso que vai passar a informação estruturada, provocando uma impressão forte na memória. A dificuldade maior é ter bastante criatividade para cada fórmula matemática.

Técnica dos Espaços

Usa a familiaridade da pessoa com determinado espaço para recordar alguma informação. Por exemplo, pode associar-se o caminho de uma rua por informações.

Para tanto, é preciso conhecer bem os lugares. É um pouco do que acontece no Palácio Mental, do qual já falamos aqui no blog.

Palavra-Chave

A ideia é associar um tópico à cada palavra-chave, com a finalidade de que seja possível lembrar do termo que nos recordamos de todo raciocínio. Embora o método tenha nítidos benefícios, pode ser complicado para quem não consegue encontrar uma palavra-chave muito especifica.

Entenda que para todos os casos, o importante é elaborar resumos e esquemas que vão auxiliar a memorização.

Para isso, é importante, antes de memorizar, compreender o assunto, descansar alguns minutos antes do estudo e empregar o maior número de entradas sensacionais… Tudo isso vai influenciar no sucesso do entendimento da matéria.

17 Dica Fáceis para Aprender Matemática

A matemática não tem que ser vista como um bicho de sete cabeças e, para isso, existem algumas dicas fáceis para que os estudantes não fiquem desmotivados e tenham facilidade em aprender a matéria.

Confira cada uma dessas dicas!

1 – Tenha um Método de Estudo – e dê o primeiro passo

Força de vontade não é suficiente, apesar de ser muito importante. Separar um período do seu dia para se dedicar a aprender a matéria pode fazer toda a diferença – uma opção é usar técnicas de memorização que ajudam na fixação de conteúdos.

Como você organiza seus estudos? Blocos de anotações? Flashes Cards?

O ideal é dar preferência aos horários em que você está com a mente mais descansada – como no início da manhã. E também é muito importante que você dedique até 100% da sua atenção ao estudo.

Essas são apenas algumas dicas!

2 – Tenha Horários para Estudar – cronograma é importante

A disciplina de seguir horários é para poucos, já a falta de tempo é para muitos.

Considere ser um dos poucos, afinal, são poucas vagas disponíveis em concursos públicos e nas universidades. Quanto mais disciplinado você for agora, mais resultado terá no dia do exame.

Quando você cria um horário para estudar, o seu cérebro entende que todos os dias naquela hora você vai estudar e isso é muito benéfico porque os neurônios trabalham em harmonia.

3 – A Prática leva à perfeição – ou quase isso

A dica é óbvia, mas totalmente verdadeira – na prática, a aplicação do conteúdo tem a ver com estratégias para fixar o conteúdo independente do tipo de conhecimento dentro da sua mente.

Ler e ouvir é importante, mas só isso não basta para aprender – você tem que arregaçar as mangas e resolver muitos exercícios, principalmente dos vestibulares e concursos anteriores. Quanto mais se pratica, mais rápido o estudante aprender.

Considere resolver exercícios diferentes em cada tema dentro da matemática.

4 – Dê um passo atrás – para dar dois para frente

Muitas vezes é preciso seguir o ditado “as vezes é preciso dar um passo atrás para dar dois a frente” porque nem sempre será possível entender o que a questão está solicitando se você não souber, ao menos, o básico.

A dificuldade de hoje pode ser uma falha dos ensinos anteriores – como o fundamental e médio. Período em que poucas pessoas dão a devida importância aos estudos. Fração, decimais, raiz quadrada, potencialização, exponenciação… Tudo isso é importante e básico.

O lado bom disso tudo é que rever os assuntos agora é muito mais fácil do que foi na primeira vez, afinal, agora você terá mais experiência.

Pense nesse tópico como se fosse a fundação de um prédio – ninguém constrói um prédio em um terreno pantanoso. Sem a fundação sólida para sustentar o peso que virá posteriormente.

5 – Estude as Funções – elas são muito cobradas

Se você é capaz de reconhecer os principais tipos, pelo formato do gráfico ou pela expressão matemática, então, você está intimamente ligado com a matemática.

Fora isso, alguns conceitos valem muito a pena, como as raízes, sinal, crescimento, pontos de máximo e de mínimo… Para cada tipo de função há uma estratégia, estude-as.

6 – A Revisão é Importante – para Evitar Erros

A revisão é uma técnica de memorização e, não à toa, colabora com a vida de muitos estudantes – ajudando a evitar novos erros e conseguindo que eles atinjam os objetivos esperados.

A revisão é um processo periódico que deve acontecer de tempos em tempos para que o aluno não precise ver novamente o assunto todas as vezes. Isso é importante para aprimorar as habilidades de cada participante e fixar ideias e números.

7 – Organização é Preciso – então, tenha-a

Organize o seu material da forma mais organizada possível – tenha textos bons, apostilas, exercícios, quadros-resumos, e tudo que se baseie em fontes confiáveis. Mais do que isso, estude com itens organizados, assim fica mais fácil encontra-los.

8 – Foco e Concentração – o Bê-á-bá dos Estudos

As pessoas costumam ignorar o mínimo de fatores como foco e concentração.

Ainda que a matemática não seja o assunto mais legal do mundo, para você ir bem às provas vai precisar dela e se dar bem com ela.

9 – Tenha um Bom material em mãos – e forme sua base

Atualmente, os alunos tem a opção de estudar em casa. Essa facilidade é muito boa se for usada com sabedoria e com bons materiais de estudo – qualidade é tudo, nesse caso.

Aliás, aprender matemática pode ser uma tarefa solitária e produtiva, se você tiver materiais didáticos para aprender.

10 – Explores outras Formas de Solucionar o Problema – seja autêntico

Apesar de a teoria dar todo sentido à solução da questão, você pode também resolver as perguntas de várias formas diferentes, mesmo que sejam mais complexas para outros – porque talvez não será para você.

Use a sua imaginação e leve em conta que situações algébricas e geométricas têm soluções diversificadas que podem levar ao mesmo resultado.

Para isso, treine a interpretação de texto. Atualmente, as questões tem longos enunciados e que exijam muita atenção na leitura.

11 – Os Conceitos Chaves – que quebram galhos

Na hora de memorizar conteúdos, você precisa estar atento ao fato de que precisa fazer isso com as palavras chaves e não com todo processo de resolução – isto não seria produtivo.

A ideia é compensadora ainda mais na disciplina de matemática, onde a teoria se estenderia por dias e dias – se você entende a lógica, você consegue dar continuidade no andamento dos problemas.

12 – Leia com Atenção – todo o texto

A matemática é um assunto numérico e isso faz com que a disciplina necessite de mais concentração ainda, já que isso se mistura com os textos.

O problema da matemática, no entanto, muitas vezes é a língua portuguesa – logo, leia com calma e entenda o que pede o exercício porque as armadilhas podem estar no caminho para a solução da questão.

13 – Tenha um Dicionário Numérico – de expressões e fórmulas

A matemática tem um vocabulário bastante especifico – e o ideal é saber tudo dele.

Para você ter uma ideia, pense nisso:

  • Abscissa é o nome da coordenada do eixo x em um sistema cartesiano bidiomensional,
  • Ângulo Adjacente é o ângulo com uma vértice um lado comum,
  • Anel é uma porção de plano delimitada por duas circunferências no mesmo centro,
  • Apótema é um segmento perpendicular ao lado de um polígono no mesmo centro,
  • Entre outras.

14 – Compreenda suas Dúvidas – e aprenda a responder questões

Você já percebeu que se trava por não conseguir resolver alguns problemas? Isso é normal na maior parte dos alunos, mas te faz sentir desmotivado para seguir em frente com os estudos.

Os estudantes costumam pular uma questão quando não sabem como resolver – e isto está correto, desde que eles vão para questões de níveis mais baixos. É importante dedicar cada parte do tempo para entender qual a sua dúvida no exercício.

A matemática de forma geral requer tempo, paciência e dedicação – e, obviamente, eficiência.

A dica, portanto, é estudar com algum amigo ou tirar as dúvidas com os professores e tutores.

15 – Tenha um Ambiente Livre de Distrações – e foque no que é prioridade

Estudar números é uma atividade que requer concentração, logo, o estudante precisará estar apropriado para tal atividade – com um local apropriado, sem distração, com foco e sem qualquer possibilidade que possa tornar o estudo ineficiente.

Os aparelhos eletrônicos podem ajudar, mas em excesso, atrapalham. Músicas tem a mesma ideia – enquanto as agitadas alimentam a criação de um ambiente mais pesado, as clássicas podem ser tranquilizantes para a leitura.

16 – Use a matemática no seu cotidiano – afinal, ela faz parte

Sempre que for possível, aplique os exercícios no seu dia a dia e transforme a teoria no mundo real – o assunto é abstrato é só na teoria.

17 – Cuidados Especiais – realmente são especiais

Sobre simplificar as contas é preciso tomar cuidado porque isso pode afetar o resultado – ao fazer a divisão de dois termos que apresentam vários fatores note se é possível trabalhar com números menores, se for use. Mas, em caso contrário, não faça e evita as chances de erros.

Em questões abertas, uma fração irredutível é o mais aconselhável.

Em exercícios feitos, faça substituições se o enunciado exigir. O valor tem que ser o indicado. Porém, todo cuidado é pouco porque substituição errado resulta em números incorretos.

As imagens também precisam de cuidados especiais. Muitas vezes elas estão fora de escala e fazer tudo no “olhômetro” é um grande erro. Ou você conhece as medidas ou vai ter que descobri-las. Só tenha afirmações que comprovem os dados do problema.

Considerações Importantes sobre a Matemática para Concurso

É preciso entender que a matemática é uma disciplina multidisciplinar e mais do que isso, progressiva. Ou seja, não adianta o estudante querer estudar o juro composto, sem antes saber o simples ou o básico de logaritmos.

Por fim, podemos ressaltar ainda que os diversos concursos públicos podem cobrar os diversos temas da matemática, portanto é importante que o estudante saiba qual o objetivo, aonde quer chegar.

Estudar com antecedência é o 1º passo para o sucesso educacional, seguindo assim o cronograma, o que torna qualquer imprevisto flexível à soluções. Estudar matemática é como fazer a prova: deve-se começar pelo simples, pelo mais fácil e ir subindo de nível conforme o aprendizado.

Reprodução: Google

Matemática e Raciocínio Lógico Matemático

Esse tópico entraria como uma curiosidade porque não é raro que os interessados em se tornar servidor público encontre nos editais a seguinte sigla: RLM. Sabe o que é isso? Raciocínio Lógico Matemático. Daí, muitos “desatenciosos” acreditam que trata do mesmo que matemática… Mas, será que é?

Na verdade não. Separamos algumas informações que vão mostrar os motivos. Assim, você vai conseguir estudar com mais clareza e sabendo o que realmente interessa.

De forma simples, na prática, as definições podem ser as seguintes:

  • Matemática – envolve números, cálculos, resoluções, complexidade,
  • Raciocínio Lógico – tem a ver com hipóteses, probabilidades.

Portanto, quando no edital vier escrito RLM, entenda que na prova vai cair também a parte lógica dos temas da matemática. É como se houvesse uma dificuldade mais, afinal, não bastará apenas a matemática, apesar dela ser essencialmente importante.

Como Estudar Raciocínio Lógico Matemático? O segredo é o mesmo da matemática: praticar. A prática vai te levar ao êxito, não tenha dúvidas. Claro que nessa prática, há várias variáveis, como a interpretação, conceito, entendimento, habilidade.

Bônus – Livros para Estudar Matemática

Falamos dos livros de qualidade dos materiais de estudos nos tópicos acima. Agora, como forma de bonificação, vamos citar algumas opções para você que está buscando tais produtos, confira.

Khan Academy

É uma ONG educacional criada por Salman Khan e que tem a missão de “fornecer educação de alta qualidade para qualquer um, em qualquer lugar”. Ao todo é uma coleção gratuita de vídeos de matemática e outras matérias.

Olimpíada Brasileira de Matemática

A OBM tem 30 anos de existência e disponibiliza download de provas e de gabaritos anteriores.

Calcule Mais

São Vídeo Aulas e Exercícios de Matemática do ensino fundamental ao ensino superior e concursos públicos.

Aula Livre

No site é possível encontrar acesso à um curso completo de revisão para vestibular e Enem.

Site Mais

Nesse domínio tem uma lista com vários recursos educacionais multimídia gratuitos para a utilização de professores e estudantes de matemática.

Só Matemática

São mais de 3 mil páginas de conteúdo, onde você irá aprender matemática de maneira descontraída, tanto na teoria como na prática.

Matematiquês

Tem questões, provas, curiosidades, resumos e muito mais.

Portal Matemática

O site auxilia o aluno do ensino fundamental e do médio. O foco é o pré-vestibular e os interessados que visam ingressar na carreira pública por meio dos concursos.

Me Salva

O projeto visa ajudar estudantes de todo país na compreensão da temida disciplina de cálculo diferencial e integral.

Kuadro

Os usuários aprendem com vídeos e exercícios, trocam conhecimento e tiram dúvidas.

Com informações do querobolsa, blogenem, estudoacelerado

Estudar Matemática Sozinho – 17 Dica Fáceis para Aprender Hoje
5 (100%) 1 vote

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA