Como Memorizar o Estudo

1
346

Aqui é o Daniel Evangelista, Psicólogo e Coach de Carreiras, se você está acompanhando os artigos que estamos realizando aqui no site, irá perceber a nossa preocupação em escrever um conteúdo de qualidade para todos os concurseiros e pessoas que querem melhorar nos estudos.

Atualmente, venho acompanhando o enorme número de pessoas sofrendo e com muitas dificuldades para serem aprovadas em Concursos Públicos.

E se você está tentando uma aprovação neste momento, eu sei exatamente como você se sente. Provavelmente, alguns familiares (senão todos) desconfiam e não acreditam em você, os seus amigos se afastam e você já não possui tempo disponível para estar em festas ou encontros, até mesmo relacionamentos entram em crise e acabam terminando…inclusive, já ouvi muitas histórias de pessoas que além da pressão dos estudos, tiveram que lidar com o dor do término de uma relação durante o processo de estudos. É realmente muita pressão e pouco apoio.

Quando a necessidade de estudar obriga o concurseiro a ficar mais e mais tempo com os livros, familiares brigam, amigos se afastam e amores azedam. Esta é uma triste realidade.

E se você está no seu 2º ano, 3º ano ou até mais de estudos sem passar, imagino a pressão que você esteja passando. Mas não desanime! Ao Contrário de todos que colocam para baixo, quero te ajudar revelando para você algumas estratégias que os aprovados usam. Como Psicólogo, quero abrir a sua mente para as habilidades que você precisa adquirir que estão além dos editais que são divulgados.

Em paralelo aos conteúdos dos editais, muitos candidatos recorrem a técnicas de memorização e leitura dinâmica para potencializarem seus resultados, conseguirem estudar todos os itens do edital e ainda memorizar o conteúdo e escrever na prova. Esta é a diferença entre os candidatos que estão nas primeiras colocações. Eles usam isto a seu favor! O que eu quero que você saiba é que aprender estas técnicas deve fazer parte da sua preparação, para que você corrija os erros que está cometendo e esteja nas melhores colocações , dos concursos que você deseja ser aprovado.

E eu já vi isto acontecer bastante. Eu tenho muitos amigos que passam em concursos, com bastante empenho, mas com uma certa frequência. Alguns deles, passam com tanta facilidade que a todo momento ficam trocando de cargo público, sempre escolhendo outros melhores. E olha, que são concursos que são bastante disputados, como por exemplo cargos administrativos na UFRJ, UFF, na área de saúde para UERJ, FIOCRUZ, em grandes empresas respeitadas como PETROBRAS, ELETROBRAS, e outros orgãos como CRP, Clínicas da Família, dentre outros.

 

Para alcançar estas aprovações, todos possuem estratégias e técnicas bem específicas. Se você ainda não foi aprovado, eu quero compartilhar com você algumas dicas de “Como Lidar com Textos Técnicos” e  “4 Técnicas de Memorização”, do especialista Renato Alves. Ele já foi eleito o homem com a melhor memória do Brasil, deu diversos treinamentos ajudando milhares de concurseiros e já deu diversas entrevistas em emissoras de televisão.

Se você ainda não o conhece, precisa conhecê-lo agora mesmo. Em paralelo a este texto, você poderá acompanhar uma máteria realizada pelo Fantástico, falando do Renato Alves.

Ao assistir esta matéria, você irá perceber como tudo o que o Renato Alves ensina, vai dar mais qualidade aos seus estudos e você vai conseguir a aprovação que merece.

 

 

Como Lidar com Textos Técnicos


Lembra daquela vez que você pegou um texto e realizou a leitura durante três, quatro, cinco vezes e não entendeu nada?
Quando isto acontece, você precisa precisa mudar a sua postura diante deste texto, pois este é um tipo de texto que não se lê, mas sim é estudado.

Talvez você esteja se perguntando: “ Mas como assim? Quando eu estou lendo, eu já não estou estudando?

R: A verdade é Não!

Talvez você não tenha ouvido falar isto antes, mas alguns tipos de textos você pode aprender com uma simples leitura. Apesar disso, para a compreensão de outros textos, você precisará ter estratégias avançadas de aprendizagem a sua disposição.

O sucesso em um concurso público é determinado principalmente pelo seu desempenho nos textos técnicos. Em algumas provas, os Textos jurídicos parecem não fazer o menor sentido, e a leitura fica difícil de assimilar. Diante desse problema, não é que sua memória seja ruim, o que falta para você é o conhecimento sobre o funcionamento da memória nos estudos, para reverter este cenário.

E justamente pelo fato da maioria das pessoas não saberem lidar com textos técnicos, que elas desistem de serem aprovadas em Concursos Públicos, deixando o Projeto de Aprovação de lado.

Se você possui um Projeto de Aprovação e quer ter uma boa colocação, precisa ter disciplina e estratégias de estudos, senão você não suas chances serão bem pequenas. O próprio Renato Alves adverte:  “Querer passar num concurso sem saber estudar e memorizar textos técnicos é como querer vencer uma corrida de Fórmula 1 andando de bicicleta”.

 

4 TÉCNICAS PARA MEMORIZAR O QUE ESTUDOU

Em uma entrevista concedida ao site de negócios exame.com, Renato alves compartilhou 4 técnicas para que a pessoas memorizem o conteúdo estudado. Estou colocando estes itens compactos, mas se você quiser acompanhar a máteria na integra, pode clicar aqui.

 

Técnica nº 1: Organização

 

“O mais desanimador para um candidato é sentar na mesa e se perguntar: por onde eu começo?”, diz Renato Alves.

A organização nos estudos é fundamental. Você precisa saber como começar e seguir um caminho até o final, sabendo quanto tempo dedicar para cada matéria. Assim que o edital for publicado, liste as matérias e o material que você usará para estudá-las. Alguns temas, exigirão mais estudo e revisão do que outros.

Para que o seu planejamento seja mais realista, divida o número de páginas pelos dias e horas que você possui disponíveis.  Para criar um planejamento mais realista, faça um teste de quanto tempo você leva para estudar determinado assunto, fazendo uma revisão após isto.

Técnica nº2:  Concentração

Estudar exige concentração, dedicação e tempo, não adianta passar os olhos pela apostila e achar que já sabe todos os conceitos. Isto é extremamente prejudicial na hora da prova, permitindo que o “branco” aconteça.

Uma boa técnica de estudo é o hábito de fazer fichamento de todo conteúdo e de tudo que você estudar. A estratégia é definir as palavras chaves. Para cada parágrafo que você ler, defina estas palavras chaves e depois tente explicar para si mesmo esta disciplina baseado nas palavras chaves que você registrou. Isto vai ajudar bastante na hora de fazer a revisão.


Lembre-se: Planejamento e concentração fazem com que a sua rotina de estudos sejam diferente.

Técnica nº 3: Repetição

 

De acordo com Alves, a repetição também é um fiel aliado na hora de memorizar os conceitos que aprendeu. Quanto mais fichamentos, simulados e exercícios você fizer, maiores serão as suas chances de aprovação.

Uma dica de ouro do Renato Alves: Para as questões que envolvem a memorização de uma fórmula, faça um cálculo que utilize a fórmula que precisa aprender, durante 4 dias, fazendo um cálculo a cada 5 horas, durante estes dias. “Você provoca uma estimulação nas redes neurais e, assim, constrói a memória de longa duração”, explica o especialista.

Porém : A memorização efetiva só é construída a partir de conhecimento. Por isso, de nada vale sair decorando fórmulas ou macetes para resolver questões. É preciso, primeiro, compreender a lógica por trás de cada ação

 

Técnica nº 4: Invista em Você

 

Se você acredita que passar em um Concurso Público é sacrificar a sua própria vida, mude de opinião agora mesmo. Segundo Renato Alves, o próprio “branco da memória” pode ser um sinal de que algo não anda bem no organismo.

Além de estudar, você precisa cuidar da sua própria saúde. Tenha sempre uma boa alimentação, uma excelente noite de sono e até mesmo horas de lazer são imprescindíveis para quem quer, de fato, memorizar todos os conceitos até o dia da prova.

 

E se você gostou das dicas e técnicas este artigo e quer elevar ainda mais a qualidade dos seus estudos, eu recomendo que você adquira o Curso de Estudo e Memorização, do Renato Alves.

Eu estou realizando este curso e colocando em prática o método. Por estar vivenciando esta experiência, eu posso concordar com o Renato Alves quando ele diz, que este curso comprovadamente aumenta em 20% suas chances de aprovação. Isto acontece porque ao aprender as técnicas do curso, você conseguirá corrigir as principais deficiências que você possui hoje em seus estudos.

Então, você aceita um conselho de quem está vivendo esta experiência?

Não estude mais nada, sem antes ter certeza de que você conseguiu se organizar e possui boas Técnicas de Memorização a sua disposição.

E se você ainda possui dúvidas, pode ler este outro artigo que escrevi (“O Curso Estudo de Memorização do Renato Alves é Bom Mesmo?”), dando minha opinião sobre o Curso Estudo e Memorização, como também ver o vídeo que eu gravei explicando como é o curso por dentro.

Um Grande Abraço e Sucesso em seu Projeto de Aprovação!

“Quando você está estudando para concursos públicos teus pais têm vergonha de você, teus amigos te acham um perdedor e todo mundo te acha feio, gordo, mau cuidado. Depois que você for empossado teus pais se orgulharão de você, teus amigos te acharão o máximo e todo mundo te achará lindo, magro e elegante” – William Douglas (Especialista em Concursos Públicos)

Como Memorizar o Estudo
Vote nesse post