3 Dicas Matadoras de Como Passar em Concursos Abertos em 2017

0
53

Com a atual crise política e econômica no Brasil, os concursos públicos foram colocados em “xeque”, ou seja, com a incerteza no ar, muitos analistas afirmaram que neste ano muitos concursos esperados seriam suspensos. Por enquanto, mesmo que ainda seja cedo para comentar, já estamos vendo que isso não está acontecendo, de fato.

Como notícias nas últimas semanas, muitos concursos lançaram editais e confirmaram as provas. Inclusive, já temos notícias sobre eles, confira:

O que não pode acontecer independente da incerteza política é o candidato ficar esperando para saber se os concursos vão ou não acontecer. Tanto a produtividade quanto à disciplina nos estudos devem ser constantes e eficientes. Confiram essas palavras: “constantes” e “eficientes”, ok?

Isso quer dizer que não é preciso, necessariamente, passar 15 horas por dia com a cabeça nos livros. As provas dos concursos são consideradas difíceis sim, porém, não há motivos para desesperos.

Como Ser Aprovado no Concurso da Polícia Federal?

O X da questão é saber se organizar e manter o foco. Existem algumas técnicas que podem te ajudar a mandar bem na hora de fazer a prova porque elas te ajudam a escolher as melhores palavras e lembrar as fórmulas extensas.

Essas técnicas são ensinadas pelo Renato Alves e você pode acompanhar através do link, caso tenha o interesse de aprimorar a eficiência no estudo! Uma das estratégicas ensinadas por ele consiste em estudar por blocos, ou seja, inserir um período de descanso a cada 50 minutos, por exemplo.

Renato Alves foi o primeiro brasileiro a receber através de homologação oficial, o título de melhor memória do Brasil pelo ranking Brasil, o livro dos recordes nacionais. A conquista inédita foi resultado da aplicação de um método próprio de memorização que o permitiu gravar uma sequência de 110 palavras aleatórias e número com 110 dígitos aleatórios em 4 minutos. Foi o primeiro recorde brasileiro de memorização. A técnica que desenvolveu foi batizada de Método Renato Alves e tornou-se referencia em treinamentos de aprendizagem acelerada.

Interessante, não? Clique no Link e confira o curso todo!

Reprodução: PixaBay

Agora, vamos listar algumas dicas, além das TÉCNICAS DE MEMORIZAÇÃO, para você estudar melhor e de forma mais eficiente. Ainda mais nesse período em que os concursos ainda estão sendo abertos, alguns com editais, outros não.

1 – A Escolha do Curso Certo para Você

“Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve”. Foi com essa frase que o gato fulminou a menina Alice, do País das Maravilhas, quando ao pedir ajuda à ele, ela disse que não sabia aonde ir, já que estava perdida! Lewis Carroll

Você, com certeza, já leu os editais dos concursos públicos e ficou super interessado em itens como Salários e Benefícios, Vales e Licenças, Plano de Carreira e Aposentadoria, não é? Afinal, esses são os itens que mais chamam a atenção das pessoas que estudam para concursos públicos. O salário alto e a estabilidade financeira são termos fixados na mente de qualquer pessoa.

Mas, antes de pensar nisso, você já se perguntou se é isso mesmo que quer fazer? Não, não precisa responder agora. Apenas queremos que faça uma pequena reflexão sobre o dia a dia do trabalho, as funções do emprego e as responsabilidades. Por quê? Atualmente, estamos em um momento em que as pessoas não “aceitam” a opinião dos supervisores. (Isso não é uma crítica, é um fato).

Reprodução: PixaBay

Então, calma lá. Se você é do tipo que não aceita ouvir um sermão ou que não abre mão da sua opinião formada… Bem, talvez precise rever algumas coisas. Fora isso, você tem aptidão para ficar boa parte do dia na frente do computador digitando números e letras? E ouvindo telefonemas? Você tem facilidade em lidar com o público? Sabe ouvir as reclamações das pessoas? Sabe o seus direitos como servidor público?

Viu, são muitos os pontos a serem observados!

Resultado: você não deve cair na pilha dos especialistas que dizem que “Quanto mais concursos você prestar, mais chances terão de passar”. Essa fórmula, tão geral e expansiva, não costuma gerar bons resultados, mesmo porque, ainda que sejam de áreas parecidas, os temas a ser estudados podem ser diferentes.

Antes de pensar em estudar MUITO e acertar tudo nas provas dos concursos, você precisa ter certeza sobre a opção que escolheu. A sua chance “única” vai ser aquela que você tem melhor aptidão e não aquela que tem a data de inscrição mais próxima. Mais uma pergunta para ser refletida: Você acha que vale a pena estudar muito, deixar alguns desejos de lado e enfiar a cara nos livros para começar a trabalhar em alguma função na qual você não se sente bem?

A questão é que tudo vai valer a pena quando você tiver o seu sucesso final. Você só precisa, antes de tudo, focar em qual será o seu objetivo final. Você, sem sombra de dúvidas, vai conseguir passar na prova, vai ser chamado, vai ser nomeado e vai ter o sonho realizado! Só resta saber de que forma isso vai mudar a sua vida! Esperamos que seja positivamente…

Para te ajudar a responder à esse 1º questionamento, separamos 1 ponto importante: Definir o Objetivo!

Foco e Objetivo para alcançar o cume da montanha

E aí, qual sua missão? Você precisa reagir à situação de querer passar em um concurso público. Se você ainda não definiu sua meta e não sabe em qual cargo quer trabalhar, você vai continuar sendo apenas um “concurseiro” por um bom tempo. Por mais que as más línguas falem, nem todo edital publicado é uma boa alternativa para você.

Quer uma ajudinha? Pense nisso: o que você quer estar fazendo daqui a 5 anos, que tipo de função quer estar exercendo, esse cargo é da área que mais gosta? Pense nisso antes mesmo de pensar em qual é o salário que o cargo oferece.

Isso é muito importante! Estudos já comprovaram que o nosso cérebro só entende uma linguagem quando ela está clara e bem especificada. Já os especialistas afirmar que ter uma meta bem definida representa 80% do trabalho para conquistar o objetivo sonhado. Ou seja, quanto mais certeza você tiver e quanto maior for o foco, maiores as suas chances de acertar tudo na prova e ser nomeado!

Reprodução: PixaBay

O pessoal do blog QueroSerConcursado criou um modelo muito bacana e nós vamos reproduzir aqui, para vocês compreenderem melhor esse tópico. É a chama meta ESPERTA, que significa o seguinte:

  • Específica: O que você quer realmente, em qual contexto e quando,
  • Sistêmica: Considere todas as pessoas que serão afetadas quando essa meta for atingida,
  • Positiva: A meta deve ter uma imagem positiva na sua mente cada vez que você lembrar dela,
  • Evidência: Saber quando está chegando perto, com dados e planejamento,
  • Recursos: Saiba quais são os seus recursos e os que ainda faltam,
  • Tamanho: Confirme o tamanho do seu objetivo ou divida-o em metas menores,
  • Alternativas: Estabeleça alternativas e seja flexível para alcançar o objetivo.

Agora sim, estamos prontos para ir para o próximo tópico, afinal, com a escolha bem definida do seu concurso público você poderá elaborar o seu plano de estudo, estudar gradativamente antes mesmo de o edital ser publicado, criar um hábito favorável para o seu estudo e aumentar exponencialmente as chances de ser aprovado.

Mas, nunca se esqueçam de que a motivação pessoal é a chave para os estudos e alcance dos objetivos. Tenha bons motivos para chegar ao topo!

Leitura Complementar para esse tópico: 3 dicas para você ter mais foco em seus estudos! “Talvez você ainda sinta que administre mal o seu tempo e não consiga ser tão produtivo ainda. Esta sensação é bem normal quando sofremos com falta de foco. Por exemplo, uma atividade que poderia ser realizada em pouco tempo, acaba levando horas para ser concluída”. Continue Lendo…

2 – O poder da Concentração

A Concentração é o segredo da força”, Ralph Waldo Emerson.

Calma que já vamos falar como Estudar pra Valer para o Concurso Público. Mas, antes, precisamos falar sobre o seu poder de concentração: quanto tempo você consegue permanecer lendo um material de estudos sem se distrair? A resposta para essa pergunta é fundamental para você conseguir conectar os conceitos estudados e otimizar o seu estudo.

Essa, por sinal, é mais uma das técnicas do Renato Alves, e faz parte do Curso de Ensino da Memorização. Se você ainda não viu como o curso dele funciona, precisa fazer isso agora mesmo.

Bem, voltando ao assunto, e como pode ser que você ainda não tenha parado para pensar nisso, as mídias sociais, tão bem como a internet e os Smartphones, têm sido grandes vilões na hora do estudante focar nos números e nas letras. A afirmação é de um estudo feito na University College of London, na Inglaterra, que mostrou que os estudantes já não conseguem mais ler e escrever textos longos. Pelo menos não com a mesma facilidade de antes.

Trazendo esses dados para os aspectos pessoais, descubra quais motivos te fazem perder o foco. É a tristeza, ansiedade ou a raiva. Aliás, pode ser, inclusive, que não seja nada disso, mas é importante que você descubra. Se for o celular, basta desliga-lo, mas, se for algum sentimento, é aconselhável procurar um especialista para ter melhores recomendações.

Ah, e não é novidade que concurseiros e estudantes que estudam muito, façam algum tratamento psicológico ou mesmo com alguns remédios naturais, o que, conforme os médicos, auxiliar no poder de concentração no estudo.

No entanto, muito além desses sentimentos, é preciso atentar-se aos fatores externos. O silêncio, a temperatura agradável e a iluminação adequada são, simplesmente, necessários para tornar o ambiente favorável ao seu aprendizado. Essa é outra dica do Renato Alves, que está no Curso de Memorização.

Essa questão do barulho é bastante extensa e para não perder o fio da meada, vamos falar mais dele no último tópico desse artigo, por isso, não deixe de ler até o final. (Tópico: Como Acabar com os Ruídos que atrapalham os Estudos, no final do texto).

A meditação é indicada

Faz muito tempo, mas a indicação ainda é válida. Em 2012 a revista Abril publicou uma matéria explicando o que é a meditação: “é esvaziar a mente em busca do autoconhecimento, o não-fazer nos prepara para o que deve ser feito”. Esse é o resumo do texto, que você pode acompanhar na íntegra no link.

Então, se você acha que meditação é coisa de monge de cabeça raspada, pode eliminar essa ideia. Todos nós somos capazes de meditar, independente da religião. Para isso, basta determinação e disciplina.

Reprodução: PixaBay

Mas, a meditação é apenas uma das mais variadas técnicas de concentração. Como dissemos ao longo do texto, se você quer encontrar qual a mais indicada para você, veja o curso do Renato Alves.

3 – Como Estudar pra Valer para os Concursos

O Planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes”, Peter Drucker

Continuando na mesma linha de pensamento, que diz sobre A Escolha do cargo no Concurso e o poder da Concentração, nos restam agora falar sobre como Estudar pra Vale para os Concursos. E a resposta é simples: comece agora! Como já falamos você não precisa esperar o edital sair para colocar a mão na massa! Aliás, quanto antes, melhor!

Com a demora na publicação dos editais, muitas pessoas não ligam o botão do “senso de urgência” e, por isso, não seguem um planejamento adequado acerca dos estudos. Ah, e se você pensa que estudar antes pode te fazer “esquecer” o que foi estudado na hora da prova é porque ainda não conhece o Curso de Memorização, que é apenas uma das melhores alternativas para não “dar branco” na hora da prova.

Isso sem contar que quem deixa tudo para a “última hora” sofre com estresse e nervosismo, o que pode prejudicar o aproveitamento do estudo. A explicação está implícita na Lei de Parkinson, apresentada em 1955 por Cyril Northcote Parkinson, que diz que nosso cérebro tem prazer em procrastinar, ou seja, é por isso que nós sempre deixamos toda decisão para depois.

A lei de Parkinson diz que: O trabalho se expande de modo a preencher o tempo disponível para a sua realização. De acordo com Parkinson, isso se deve a dois fatores: (1) “funcionários querem multiplicar subordinados, não rivais” e (2) “funcionários criam trabalho um para o outro.” Ele também apontou que o total de empregados dentro de uma burocracia aumenta de 5% a 7% ao ano “independente da quantidade de trabalho (se houver) a ser feito”. Saiba Mais!

A questão é que você pode usar essa Lei à seu favor, criando o senso de urgência. Ao desenvolver uma rotina de estudos, você estudará com antecedência. E fazer isso não é tão difícil quanto parece, basta condicionar o seu cérebro a estudar como se o edital já estivesse sido publicado. Comece pegando o edital anterior do concurso que você vai prestar.

Com o edital em mãos, faça o seguinte: Analise o que foi cobrado na prova, veja o prazo entre a publicação do edital e a data da prova, com isso, marque a sua data da prova fictícia. Está criado o senso de urgência. Ele será a base para você se organizar e planejar os estudos.

Essa é a nossa dica de Como Estudar Pra Valer para Concursos. Agora, se você gostou e tem mais interesse em saber as melhores práticas e as melhores dicas, temos vários artigos que podem te ajudar e iluminar o seu caminho. Veja nos links abaixo:

Ferramentas Disponíveis para Otimizar o seu Estudo

Apoie-se na tecnologia para aprofundar seus conhecimentos. Fizemos uma pequena lista com as principais alternativas para agregar valor ao seu estudo. Veja:

  • Aplicativos: Alguns podem ser baixados gratuitamente no celular ou no computador e outros são exclusivos para concursos.
  • Vídeo: Aulas em vídeo também são boas ferramentas e você pode fazer isso no seu horário de almoço ou na tranquilidade do seu quarto.
  • Filmes: Apoie-se em filmes históricos ou que tenham cunho educativo. Além, claro de ser ótima fonte de inspiração e relaxamento.

Educação 3.0 – As Melhores Dicas para Estudar com a ajuda da Internet

“O ponto principal dessas ferramentas online é que muita delas são totalmente gratuitas e qualquer estudante pode acessar a qualquer momento, passar por todo o conteúdo sem gastar nada e com muita facilidade. Basta acessar o computador, a internet e começar a estudar”, frise o gerente de projetos da Fundação Lemann, Guilherme Antunes. Leia na Íntegra!

Como Acabar com os Ruídos que atrapalham os Estudos

É dado: a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a Poluição Sonora como 3º maior problema que mais comprometem a saúda da população mundial. O Brasil, por ser um país musical, faz parte desse ranking, e é representado pelo volume do som exagerado. Os maiores prejudicados, entre outros, são os estudantes, que podem perder a concentração nos estudos.

É por isso que, durante o planejamento e a criação da meta para passar no concurso, é importante saber sobre o local de estudo. Inclusive verificar itens como Amortecedores de Som, Portas e Janelas, Abafadores, se é apartamento, como é a vizinhança, etc.

Mas, o que fazer então, se você é um desses estudantes e está sendo perturbado por algum barulho alto? A primeira dica é tentar se antecipar ao fato. Por exemplo, se sabe que terá uma festa no vizinho nessa noite, procure uma alternativa ao local de estudo, ou, se ele for amigável, tente convencê-lo a não por o som no volume máximo.

Quando essas atitudes permanecem, é muito importante que se faça notificações escritas, seja por carta, Facebook ou mensagem do celular. O importante é ter o registro das manifestações. Mais importante do que isso é nunca perder as estribeiras porque, consequentemente, pode ser que você perca também a razão.

Reprodução: PixaBay

Depois, tente sempre negociar. Ou seja, evite, ao máximo, entrar em conflito. Busque um denominador comum entre você e seu importunador. Por fim, se nada disso der certo, busque uma intervenção externa, tal qual o “190”, número de comando da Polícia. No entanto, antes de fazer isso, certifique de alguns argumentos legais:

Lei de Contravenções Penais no Art. 42 – Perturbar alguém: Com gritaria ou algazarra, Exercendo profissão incômoda ou ruidosa, Abusando de instrumentos sonoros, Provocando barulho de animais do qual tenha a guarda. Na qual a pena pode ser, inclusive, a prisão simples (de 15 dias à 3 meses) ou uma multa.

Lei de Crimes Ambientais no Art. 54 – Causar poluição de qualquer natureza em níveis que resultem em danos à saúde humana ou animal. Com pena de reclusão (de 1 a 4 anos) ou multa.

Lei Municipal de São Paulo – Os limites de ruído são definidos pela Lei de Zoneamento, sendo que nas residências é de 50 decibéis entre as 7 e 22 horas. A partir desse horário, até as 7 horas, o volume é de 45 decibéis. Já em Zonas Mistas e Industriais, os valores aumentam um pouco.

Com informações do PortalConcursoPúblico e ConcurseiroPaulista

3 Dicas Matadoras de Como Passar em Concursos Abertos em 2017
5 (100%) 1 vote

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA